Uma oração para começar o dia com a proteção de Deus

Cuidar de nossas raízes nos ajuda a viver melhor. Não podemos pensar só nas folhas e frutos, é preciso dar atenção também às nossas raízes. Por isso temos que agradecer a cada dia que Deus nos dá.

Examine todos os nossos pedidos se eles levarem à salvação
Ó Senhor Deus, o santo, que vai além do nosso entendimento, na sua palavra a luz saiu das trevas. Em sua misericórdia, você nos deu descanso durante o sono noturno e nos fez levantar-se para glorificar sua bondade e oferecer nossa petição.

Agora, em seu terno amor, aceite que nós te adoramos e lhe damos graças de todo seu coração. Examine todos os nossos pedidos se eles levarem à salvação. Dá-nos a graça de mostrar que somos filhos da luz e do dia e herdeiros de sua recompensa eterna.

Na abundância de tua misericórdia, Senhor, lembre-se todas as suas pessoas, todos os que oram com a gente, todos os nossos irmãos na terra, no mar ou no ar, sempre que o seu domínio, que invocam o seu amor por humanidade.

De todos nós derramar a sua grande misericórdia, porque você salva em corpo e alma podemos perseverar e em nossa confiança louvar o seu nome abençoado: Pai, Filho e Espírito Santo, sempre, agora e para sempre.

No nome de Jesus.

Amém.

Fonte: it.aleteia

Tradução e Adaptaçāo: Orador do Poder

Oração do Salmo 51

O salmo 51, tradicionalmente conhecido como “Miserere“, é um dos salmos de penitência mais famosos da Bíblia. Nele, o Rei David expressa seu profundo arrependimento a Deus por seus pecados praticados: adultério e homicídio.

Tal como ele, se você quiser expor seu arrependimento e restabelecer sua intimidade com Deus, precisa seguir os 3 passos que David deixou assinalados na oração do Salmo 51. São eles:

1º Perdoa-me: O pecado faz-nos retornar ao ponto de partida no relacionamento com Deus. Lide com ele como fez David:

Assuma sua culpa (51:3) – Reconheça ter ofendido a Deus (51:4) – Apele por misericórdia (51:1) – Purifique-se em Jesus (51: 2, 7, 9)

2º Mude-me: Para não voltarmos a pecar é necessário elevarmo-nos para um segundo nível. Ore para que haja em você:

Um coração puro (51:10a) – Um espírito inabalável (51:10b) – Alegria pelas coisas santas (51:12a) – Espírito voluntário(51:12b)

3° Use-me: Não basta ser perdoado e mudado, é preciso entregar-se à missão que Deus lhe deu. Assim como David:

Disponha-se a converter vidas (51:13) – Entregue-se a Deus com fé (51:14) – Permita ser um instrumento usado por Deus (51:15)

Conseguiu entender a ideia? Não basta orar para pedir perdão, é preciso também transformação e empregar-se à causa divida. Se aplicar isto em suas preces sua vida vai certamente melhorar, assim como aconteceu com David.

Fica abaixo este poderoso Salmo na versão escrita e narrada…

Oração do Salmo 51

1. Compadece-te de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias.

2. Lava-me completamente da minha iniquidade, e purifica-me do meu pecado.

3. Pois eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim.

4. Contra ti, contra ti somente, pequei, e fiz o que é mau diante dos teus olhos; de sorte que és justificado em falares, e inculpável em julgares.

5. Eis que eu nasci em iniquidade, e em pecado me concedeu minha mãe.

6. Eis que desejas que a verdade esteja no íntimo; faze-me, pois, conhecer a sabedoria no secreto da minha alma.

7. Purifica-me com hissopo, e ficarei limpo; lava-me, e ficarei mais alvo do que a neve.

8. Faze-me ouvir júbilo e alegria, para que se regozijem os ossos que esmagaste.

9. Esconde o teu rosto dos meus pecados, e apaga todas as minhas iniquidades.

10. Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito estável.

11. Não me lances fora da tua presença, e não retire de mim o teu santo Espírito.

12. Restitui-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um espírito voluntário.

13. Então ensinarei aos transgressores os teus caminhos, e pecadores se converterão a ti.

14. Livra-me dos crimes de sangue, ó Deus, Deus da minha salvação, e a minha língua cantará alegremente a tua justiça.

15. Abre, Senhor, os meus lábios, e a minha boca proclamará o teu louvor.

16. Pois tu não te comprazes em sacrifícios; se eu te oferecesse holocaustos, tu não te deleitarias.

17. O sacrifício aceitável a Deus é o espírito quebrantado; ao coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.

18. Fazê o bem a Sião, segundo a tua boa vontade; edifica os muros de Jerusalém.

19. Então te agradarás de sacrifícios de justiça dos holocaustos e das ofertas queimadas; então serão oferecidos novilhos sobre o teu altar.

Fonte: oracoespoderosas